4 de junho de 2013

Confusão entre ambulante e guardas no Centro de Vitória de Santo Antão


Apreensão de um carro de mão gerou tumulto no centro da Vitória de Santo Antão.


Circula desde a manhã desta terça-feira (04), nas redes sociais, um vídeo no qual guardas contratados pela Prefeitura da Vitória de Santo Antão, na Zona da Mata do Estado, agem com truculência contra um vendedor de macaxeira. A ação foi realizada para impedir que a comercialização fosse feita no Centro Comercial da Cidade, precisamente na Avenida Mariana Amália, já que por sua vez, é proibido qualquer tipo de comércio ambulante no local.
Após ser feito o recolhimento do carro de mão e o despejo do produto em via pública na manhã de hoje, o suposto vendedor, numa tentativa desesperada, exige que seu material de trabalho seja devolvido. Impedido de forma truculenta, a ação foi filmada por um dos transeuntes que passava pelo local. Após perceber a ação, um dos funcionários tentou impedir que o ato fosse gravado, porém foi impedido por populares.
A respeito desse tipo de abordagem, fica a dúvida até que ponto acontece a capacitação destes funcionários contratados. Sobre o fato, cabe um posicionamento oficial por parte do prefeito Elias Lira (PSD).
A VOZ DA VITÓRIA


14 comentários:

Antônio Cristovam disse...

É muito fácil criticar o poder público quando busca coibir determinado procedimento de alguém, julgado prejudicial à população. Estamos numa democracia, Entretanto, a grande maioria dos munícipes não sabe conviver com ela.

O prefeito do município visa disciplinar o comércio ambulante no centro da cidade,e, para isso, determina o que é permitido e o que não é. Cabe ao munícipe acatar as determinações do executivo, pois ele está ali pela vontade da maioiria dos eleitores. A liberdade, mesmo numa democracia, tem limites, uma vez que "manda quem pode e obedece quem tem juízo", conforme o dito popular.

Agressão mútua aconteceu, sem sombras de dúvida. Todos os vitorienses sabem que há proibição de comércio, ambulante ou não, sobre as calçadas. Ninguém pode ignorar essa proibição.

O desrespeito às normas ditadas pela Prefeitura sempre foi uma constante na nossa cultura. Ninguém prima por aceitar o que lhe é determinado. Quando flagrado em desobediência, agride com aspereza a fiscalização, o que leva a conflitos mil.

Admilson Silva disse...

Que vergonha!!!!! Ta parecendo mais uma sena de filme do Nazismo invadindo a Polônia contra os comerciantes judeus. Só não matam o cidadão porque não é possível, mas.... matam os filhos de fome.

Anônimo disse...

ISSO SÓ VAI MUDAR QUANDO MATAREM UNS DOIS OU MAIS,VÊR SE TEM ALGUM
GUARDA MUNICIPAL ANTIGO QUE ERA VALENTE VIVO...

Anônimo disse...

que vergonha o pai de família não pode nem
trabalhar em vitoria.

Anônimo disse...

Sao um monte de tabacudos!!!

Anônimo disse...

Senhor prefeito isso e uma vergonha pra cidade de vitória , um pai de familia não pode mas trabalha a macaxeira ele comprou nao robou . i ai ? quem vai paga o prejuízo do rapaz ? se fosse Zé Do Povo Vitória nao estava assim

Anônimo disse...

Senhor prefeito Jesus esta voltando para conserta essas injustiça , Deixa o pai de familia da o Pão a seus filhos honestamente .

Anônimo disse...

verdade[

Anônimo disse...

são uns fuleiros tem que elimina

Anônimo disse...

iai demetrios já pagasse o prejuizo do homem ?
Ou e o prefeto q vai pagar ?
as macaxeiras ?

Anônimo disse...

Parabens vitória de santo antão por essa anarquia . paga a macaxeira do homem Bjooos .... sz´´

Anônimo disse...

Vitória esta mudandando Para PIOR com Zé do POVO nao era assim agr com elias LIRA ta Pior , a , Pior., e o prejuizo do homem ? qm vai pagar ? e voce ? Ou demetrios ?
QUE COISA MAS FEIA !

Anônimo disse...

Voce tem toda razão vitoria esta virado um lixo

Anônimo disse...

Pura Verdade ....

Arquivo do blog

Traduzido Por: Template Para Blogspot - Designed By Seo Blogger Templates