17 de maio de 2014

Força Nacional e Exército ficam em Pernambuco até 29 de maio

Alessandro Carvalho:
Alessandro Carvalho: "A greve pelo código penal é crime. Em algum momento o estado tomará as medidas". Foto: Ana Luiza Machado/DP
Mesmo com a volta da Polícia Militar, após três dias de greve, a segurança pública em Pernambuco continuará com o reforço das Forças Armadas. O Exército e a Força Nacional permanecerão nas ruas até o próximo dia 29, de acordo com o executivo estadual. Se houver necessidade, o prazo ainda poderá ser prorrogado. O anúncio foi feito em coletiva de imprensa, na tarde desta sexta-feira (16), na sede do governo, no Palácio Campo das Princesas.

Questionado sobre uma possível punição para os líderes do movimento, o secretário de Defesa Social de Pernambuco, Alessandro Carvalho, não descartou a possibilidade. "A greve, pelo Código Penal, é crime. Em algum momento, o estado tomará as medidas", frisou. Segundo Carvalho, o governo do estado, junto com a Força Nacional, reunirá todas as informações sobre a greve. Serão apontados os líderes e as consequências da paralisação para a sociedade. A partir de então, será aberta uma sindicância para avaliar as medidas punitivas cabíveis para os envolvidos.

Participaram do encontro, o chefe da Casa Civil, Luciano Vasques, o coronel da 7ª Brigada Jesus Corrêa e o secretário de Defesa Social, Alessandro Carvalho. 
Do Diario de Pernambuco


Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Traduzido Por: Template Para Blogspot - Designed By Seo Blogger Templates