19 de maio de 2014

Hotéis de Pernambuco terão taxa de ocupação de 80% durante a Copa

Grande quantidade de turistas deve se concentrar nos dias de jogo.
Restaurantes a apartamentos que foram alugados passam por preparação.

De acordo com a previsão da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis (Abih), a taxa de ocupação em Pernambuco durante a Copa do Mundo 2014 será  de 80%. O número está abaixo da expectativa inicial, mas não é considerado ruim. No estado, os principais destinos são Recife e Porto de Galinhas, em Ipojuca. Mas o período aponta diferenças em relação a outras épocas, como a grande quantidade de turistas estrangeiros, de várias partes do mundo, e o aluguel por temporada de apartamentos.
Dentre algumas atitudes que podem agradar os turistas, estão a mão de obra qualificada, profissional que fala mais de um idioma, cardápios em várias línguas e pratos regionais que conquistem o paladar internacional. Claudiana Peixoto é gerente de uma pousada no Recife e contou que os maiores clientes para o período são os japoneses, que devem acompanhar a partida entre Costa de Marfim e Japão, no dia 14 de junho. Na pousada e nos outros estabelecimentos, entretanto, a ocupação total dos leitos só deve ocorrer nos cinco dias de partida na Arena Pernambuco.

“A expectativa era trabalhar, até julho, com 100% de ocupação, mas, infelizmente, não é o que está acontecendo. Nos dias de jogos, estaremos com 100% de quartos ocupados, mas, nos outros dias, estaremos trabalhando com 70% a 80%”, comentou Claudiana.

Alugar a própria casa para visitantes, como acontece muito no carnaval de Olinda, por exemplo, também vai acontecer agora. Há turistas que preferem um apartamento ou uma casa a um quarto de hotel. A advogada Rafaela Campo vai alugar o apartamento em Boa Viagem, Zona Sul do Recife, para um grupo de americanos. A família vai se mudar para a casa de amigos por nove dias, para deixar o imóvel de três quartos para os torcedores. “Para a gente, é uma renda extra. Eles estão pagando referente ao que pagariam em um quarto de hotel, e eles precisariam de três quartos”, destacou Rafaela.

O apartamento onde Jussiane Nunes trabalha não vai ser alugado, mas vai receber duas hóspedes estrangeiras, também dos Estados Unidos. Por isso, a trabalhadora doméstica vem aprendendo algumas palavras báscias em inglês. Há uma semana, os donos da casa começaram a deixar as lições na porta da geladeira. “Os cumprimentos são mais importantes, como ‘good morning’, ‘good night’”, falou Jussiane. Nos restaurantes, muitos proprietários estão investindo na tradução de cardápios. É preciso usar palavras que sejam consenso em várias partes. No caso de pratos regionais, como bolo de rolo, a estratégia é descrever os ingredientes.
DO G1 PE


Nenhum comentário:

Arquivo do blog

Traduzido Por: Template Para Blogspot - Designed By Seo Blogger Templates